Translate

Bem vindos sejam!


'"Arte, "a parte pelo todo", assim como a metonímia nada tem de insignificante em sua instrução e reconstrução no texto lírico. É parte das matérias e das almas como flores geométricas e fractais de uma natureza infinita'"

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bifurcação (letras)



Bifurcação (editada)

Pensavas que era tarde
Quando estava tudo resolvido
Não foi obra divina nem a tentação do diabo
Premeditado fui por quê fiquei sempre ao seu lado
Com os pés no chão
E de olhos semi-abertos
No meu canto quieto
Que parecia as vezes tão disperso

A crueldade existe
E nos rodeia a todo tempo
Fazer escola da vida do simples procedimento
É estar atento "pro que der e vier"!
Mesmo assim ainda tentamos
Tentamos, tentamos...

Pensavas que era tarde
Quando estava tudo resumido
Se foi obra divina ou a tentação do diabo
Premeditados fomos por saber o resultado
Do que não deu certo
Mesmo...
Não ia dar teto!

A crueldade existe
E nos rodeia a todo tempo
Fazer escola da vida do simples procedimento
É estar atento "pro que der e vier"
Mesmo assim ainda tentamos
Ainda tentamos, tentamos...
Acontecimentos
Que fazem a gente acabar aprendendo

Se sinta mais firme no chão
Mas não por segurar a minha mão
Pois você não errou em vão
O traçado em nossas mãos está dizendo

Se sinta mais firme no chão
Mas não por segurar a minha mão
Pois você não errou em vão
No descaso...
O destino deu a ogum sentir...
Deu algum sentido
O descaso virou caso
E abrigou sentido...
Não foi obra do acaso
Foi obra (10x)
E desatinou

•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

Bifurcação (versão antiga)




Pensavas que era tarde
Quando estava tudo resolvido
Não foi obra divina nem a tentação do diabo
Premeditado fui por quê fiquei sempre ao seu lado
Com os pés no chão
E de olhos semi-abertos
Me mantendo esperto no meu canto
Mesmo estando as vezes tão disperso

A crueldade existe
E nos rodeia a todo tempo
Fazer escola da vida não é um simples procedimento
De quem está atento "pro que der e vier"
Mesmo assim ainda tentamos
Acontecimentos
Que fazem a gente acabar aprendendo

Então se sinta mais firme no chão
Mas não só por segurar a minha mão
Pois você não errou em vão
O destino “em suas, em nossas mãos” está dizendo!

Pensavas que era tarde
Quando estava tudo resumido
Se foi obra divina ou a tentação do diabo
Premeditados fomos
Por saber o resultado do que não deu certo
Mesmo, não ia dar teto!
De estarmos corretos
Premeditando..
Tirando as conclusões certas
Do que Freud e yung não explicam

A crueldade existe
E nos rodeia todo tempo
Fazer escola da vida não é um simples procedimento
De quem esteve atento pro que desse e viesse
Mesmo assim ainda tentamos, ainda tentamos...
Acontecimentos
Que fazem a gente acabar aprendendo

Então se sinta mais firme no chão
Mas não por segurar a minha mão
Pois você não errou em vão
Num descaso do destino
A ogum senti...
Dei-me algum sentido
O descaso virou caso
E nos brigou sentindo
Não foi obra do acaso
Foi obra de um destino
E desatinou sem doer...